SOTEPP –

Discursos sobre a sustentabilidade

Disciplina eletiva | 45h | 3 créditos


Ementa

No âmbito dos debates sobre políticas públicas que envolvem meio ambiente, sociedade e desenvolvimento, a sustentabilidade costuma ser considerada como uma meta a ser atingida, porém, nem sempre fica claro o que ela realmente significa. A sustentabilidade é tomada como um dispositivo de saber/poder constituído a partir de campos discursivos. Tais discursos foram introduzidos ao longo do tempo e hoje dão suporte a diferentes versões do que seria a sustentabilidade. O objetivo desta disciplina é estudar e avaliar os discursos sobre a sustentabilidade, considerando que as práticas discursivas não são pura e simplesmente modos de fabricação de discursos, elas integram conjuntos técnicos, instituições, esquemas de comportamento, tipos de transmissão e de difusão de ideias e formas pedagógicas, que ao mesmo tempo as impõem e mantêm.


Referências

DESCARTES, R. Discurso sobre o método. São Paulo: Nova Fronteira, 2011.

EFF, E. Saber ambiental: sustentabilidade, racionalidade, complexidade, poder. 6 ed, Petrópolis/RJ: Ed. Vozes, 2008.

FOUCAULT, M. A ordem do discurso. 21 ed. São Paulo: Loyola, 2011.

FOUCAULT, M. Em defesa da sociedade. 3 ed, São Paulo: Martins Fontes, 2010.

FOUCAULT, M. Resumo dos Cursos do Collège de France (1970 – 1982). Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor. 2015.

GRÜN, M. Em busca da dimensão ética da educação ambiental. Campinas: Editora Papirus, 2007.

OST, François. La nature hors la loi. L’écologie à l’épreuve du droit, Paris, La Découverte, Poche (Sciences humaines et sociales), 2012.

PADUA, José Augusto ; CARVALHO, A. I. ; LAVERDI, R. . A Dimensão Ambiental do Conhecimento Histórico: Entrevista com José Augusto Pádua. Revista de História Regional, v. 19, p. 457-484, 2014.

SEN, Amartya. Desenvolvimento como liberdade. São Paulo: Companhia das Letras, 2010.

STRUMINSKI, E. Os discursos sobre a sustentabilidade, no Brasil e na Região Metropolitana de Curitiba, de 1500 aos dias atuais. Curitiba, 2006: (Tese Doutorado em Meio Ambiente e Desenvolvimento) – Universidade Federal do Paraná. Curitiba, 2006

UNESCO. Década das Nações Unidas da educação para o desenvolvimento sustentável (2005-2014). Brasília, 2005.

Histórias de Alagoas – Empreendedores do Desenvolvimento Sustentável,  de José Maurício Gonçalves. Ed. SEBRAE. Maceió  2013.


Topo